Como Consultar INSS pelo CPF

Veja como consultar INSS pela internet, aprenda ainda o que é o INSS, como funciona, quem tem direito, etc…

A tecnologia tem revolucionado a maneira como interagimos com serviços públicos, tornando processos burocráticos mais eficientes e acessíveis. No Brasil, uma das esferas que mais se beneficiaram desses avanços é a Previdência Social.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é responsável pela gestão dos benefícios previdenciários dos trabalhadores brasileiros.

Com o intuito de facilitar o acesso às informações, desenvolveu mecanismos para que os cidadãos possam consultar suas contribuições e benefícios diretamente pela internet, utilizando apenas o CPF.

Este artigo se propõe a fornecer um passo a passo de como realizar essa consulta, tornando este processo ainda mais fácil para todos os cidadãos.

Afinal, a possibilidade de consultar o INSS pelo CPF é uma inovação significativa que simplifica a vida de milhões de pessoas que agora não precisam mais enfrentar filas enormes.

Permitindo que tenham acesso às informações da sua aposentadoria ou outros benefícios a qualquer hora e de qualquer lugar. Portanto, vamos explorar essa ferramenta e entender como você pode utilizá-la de maneira eficaz.

O que é o INSS?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um órgão do governo brasileiro que administra os benefícios da Previdência Social.

Isso inclui pensões por morte, aposentadorias, auxílios-doença, auxílios-acidente, entre outros benefícios destinados a proteger o cidadão e sua família em casos de idade avançada, tempo de contribuição, incapacidade, morte e desemprego involuntário.

O funcionamento do INSS é baseado em um sistema de contribuição. Quem trabalha de carteira assinada no Brasil tem uma porcentagem do salário descontada mensalmente para a Previdência Social.

Essa contribuição é obrigatória e varia de acordo com a faixa salarial do trabalhador. Trabalhadores autônomos ou empresários também podem contribuir voluntariamente.

Essas contribuições são usadas para financiar os benefícios pagos pelo INSS. Quando um trabalhador atinge a idade ou o tempo de contribuição necessários para a aposentadoria, ele pode solicitar o benefício ao INSS.

Da mesma forma, em casos de doença, acidente ou morte, o trabalhador ou sua família podem solicitar os benefícios correspondentes.

A gestão do INSS é feita principalmente online. O trabalhador pode consultar o extrato de suas contribuições, solicitar benefícios e agendar atendimento através do site ou do aplicativo “Meu INSS”. Além disso, o INSS também possui agências físicas em todo o país para atendimento presencial.

Quem tem direito ao INSS?

  1. Trabalhadores Empregados: A maioria dos trabalhadores assalariados que contribuem para o INSS têm direito a benefícios como aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição, auxílio-doença, salário-maternidade, entre outros.
  2. Trabalhadores Autônomos: Profissionais autônomos que contribuem por conta própria, como profissionais liberais e empresários individuais, também têm direito a benefícios previdenciários.
  3. Trabalhadores Rurais: Agricultores familiares, pescadores artesanais e outros trabalhadores rurais têm direito a benefícios específicos, como aposentadoria rural por idade e auxílio-doença rural.
  4. Contribuintes Individuais: Pessoas que não possuem vínculo de emprego formal, mas contribuem de forma individual para a Previdência Social, têm direito a benefícios como aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição, entre outros.
  5. Beneficiários de Prestações: Pessoas que recebem benefícios assistenciais, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade, também estão amparadas pelo INSS.
  6. Dependentes de Trabalhadores Falecidos: Cônjuges, filhos menores de idade ou dependentes de trabalhadores falecidos têm direito a pensão por morte.
  7. Segurados Especiais: São trabalhadores que exercem atividades de subsistência, como agricultura de subsistência e extrativismo, e têm direito a benefícios específicos.
  8. Trabalhadores Domésticos: Empregados domésticos têm direito a benefícios como salário-família, auxílio-acidente e aposentadoria.
  9. Segurados Facultativos: Pessoas que não são obrigadas a contribuir, mas optam por fazê-lo, também podem ter acesso a benefícios do INSS.

Lembrando que os direitos e benefícios podem variar de acordo com a categoria de segurado, o tempo de contribuição, a idade, as condições de trabalho e outros fatores.

É importante manter as contribuições em dia para garantir acesso aos benefícios quando necessário. Sempre que tiver dúvidas específicas sobre os seus direitos ou elegibilidade a benefícios do INSS, é aconselhável buscar orientação junto a um profissional devidamente qualificado ou entrar em contato direto com o INSS.

Passo a passo como consultar INSS

Primeiramente, é necessário acessar o portal “Meu INSS” na internet. Uma vez na página inicial, clique em “Entrar” e depois em “Login”, agora basta selecionar a opção que você deseja.

Outra maneira de consultar INSS é baixando o aplicativo Meu INSS na App Store ou Google Play; após fazer o download, faça o login na sua conta e escolha a opção de consultar INSS.

Se você ainda não tem uma conta, precisará criar uma, fornecendo algumas informações pessoais e seguindo as instruções na tela. Após criar sua conta e fazer o login, vá para a seção de “Extrato Previdenciário (CNIS)” na página principal.

Nesta seção, você poderá visualizar todas as suas contribuições para o INSS, bem como os empregadores e períodos de trabalho associados. Essas informações são vitais para entender quanto tempo de contribuição você tem e qual será o valor da sua aposentadoria.

Além disso, também é possível verificar a situação de possíveis benefícios e realizar outras consultas relacionadas. Através destes passos simples, o INSS se torna mais transparente e acessível para todos.

Carregando…

0

Rolar para cima